Banner - Ofertas

sábado, 31 de março de 2012

Dicas Sebrae: saiba como abrir uma loja de aluguel de livros

Uma oportunidade para aquele que não tem condições de comprar, poder ler uma quantidade indeterminada de livros mediante o pagamento de uma mensalidade.
Por Maiara Cruz
(Essa prática existe na Europa desde o século XVIII, o Século das Luzes)


Devido ao preço alto dos livros no Brasil a maior parte da população não tem costume de ler, nem de comprá-los. O mercado das livrarias se torna limitado, por isso qualquer forma de atrair o cliente é bem-vinda, inclusive permitir que ele leia os livros sem comprá-los. Mas para muitos o grande prazer da leitura está em poder levá-los pra casa, para ler deitado numa rede ou sentado no sofá. Então porque não montar um serviço de aluguel de livros?



Essa prática existe na Europa desde o século XVIII, o Século das Luzes. No Brasil esse tipo de negócio surgiu há aproximadamente 15 anos, uma oportunidade para aquele que não tem condições de comprar, poder ler uma quantidade indeterminada de livros mediante o pagamento de uma mensalidade.

De acordo com o Serviço de Apoio às micro e pequenas empresas, o investimento inicial de uma locadora de livros se destina basicamente à aquisição de livros. Um acervo de 1.000 exemplares já é capaz de atender a demanda no primeiro ano da locadora. Já os lançamentos e best-sellers vão exigir a compra de várias cópias. Para reduzir o custo de aquisição, alguns títulos podem ser adquiridos em sebos, desde que estejam em bom estado de conservação.

Se você acha que com a chegada dos livros eletrônicos esse tipo de negócio vai ficar ultrapassado, então basta usar a tecnologia a seu favor. Locadoras virtuais, além de reduzirem os custos, ampliam de forma significativa o raio de atuação da empresa.

Localização
A localização do ponto comercial vai depender do modelo de negócio adotado pelo empreendedor. Caso ele monte uma locadora tradicional com um ponto comercial, deve-se atentar para os aspectos importantes para a escolha do ponto: a densidade populacional, o perfil dos consumidores locais, a concorrência, os fatores de acesso e locomoção, a visibilidade, a proximidade com fornecedores, a segurança e a limpeza do local.

Caso o modelo de negócio escolhido seja de uma locadora virtual, a empresa pode funcionar na própria residência do empreendedor. Para isso, basta contratar o serviço de uma empresa de delivery que irá recolher e entregar os livros reservados.

Alguns detalhes devem ser observados na escolha do imóvel:

O imóvel atende às necessidades operacionais referentes à localização, capacidade de instalação do negócio, possibilidade de expansão, características da vizinhança e disponibilidade dos serviços de água, luz, esgoto, telefone e internet.
O ponto é de fácil acesso, possui estacionamento para veículos, local para carga e descarga de mercadorias e conta com serviços de transporte coletivo nas redondezas.
O local está sujeito a inundações ou próximo a zonas de risco.
O imóvel está legalizado e regularizado junto aos órgãos públicos municipais.
A planta do imóvel está aprovada pela Prefeitura.
Houve alguma obra posterior, aumentando, modificando ou diminuindo a área primitiva.
As atividades a serem desenvolvidas no local respeitam a Lei de Zoneamento ou o Plano Diretor do Município.
Os pagamentos do IPTU referente ao imóvel encontram-se em dia.
A legislação local permite o licenciamento das placas de sinalização.

Custos
Os custos para uma abrir uma locadora de livros, com faturamento de R$ 8.000,00 por mês, devem ser estimados considerando os itens abaixo:
Salários, comissões e encargos: R$ 3.000,00
Tributos, impostos, contribuições e taxas: R$ 1.200,00;
Aluguel, taxa de condomínio, segurança: R$ 1.000,00;
Água, luz, telefone e acesso a internet: R$ 300,00;
Produtos para higiene e limpeza da empresa e funcionários: R$ 200,00;
Assessoria contábil: R$ 400,00;
Propaganda e publicidade da empresa: R$ 200,00;
Aquisição de matéria-prima e insumos: R$ 200,00;
Despesas com vendas: R$ 300,00;
Despesas com armazenamento e transporte: R$ 300,00;

Seguem algumas dicas para manter os custos controlados:

Comprar pelo menor preço;
Negociar prazos mais extensos para pagamento de fornecedores;
Evitar gastos e despesas desnecessárias;
Manter equipe de pessoal enxuta;
Reduzir a inadimplência, através da utilização de cartões de crédito e débito.

Divulgação
A divulgação é um componente fundamental para o sucesso de uma locadora de livros. As campanhas publicitárias devem ser adequadas ao orçamento da empresa, à sua região de abrangência e às peculiaridades do local. Abaixo, sugerem-se algumas ações mercadológicas acessíveis e eficientes:

Confeccionar folders e flyers para a distribuição em escritórios e residências;
Participar de feiras de livros e eventos editoriais;
Oferecer brindes para clientes que indicam outras clientes;
Promover lançamento de livros e outros eventos culturais na própria locadora;
Realizar convênios para atender funcionários de empresas, clubes e associações;
Organizar um clube do livro, onde clientes se reúnem periodicamente para debater as idéias do livro do mês

O empreendedor deve sempre entregar o que foi prometido e, quando puder, superar as expectativas do cliente. Ao final, a melhor propaganda será feita pelos clientes satisfeitos e bem atendidos.

E aí, ficou interessado? O Sebrae disponibiliza o portal Negócio Certo, que pode ser acessado através do www.negociocerto.sebrae.com.br . Para mais informações, basta discar o 0800 570 0800, gratuitamente, de segunda à sexta, no horário comercial

FONTE: NOMINUTO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compre Livros, Computadores, TVs,

Compre Livros, Computadores, TVs,
Melhores Ofertas.

Banner