Banner - Ofertas

domingo, 18 de novembro de 2018

COMPARATIVO NBR 6023 / 2002 E NBR 6023 /2018




COMPARATIVO NBR 6023 / 2002 E NBR 6023 /2018

Em vigor desde o dia 14 de novembro de 2018, a NBR 6023 - Informação e documentação - Referências – Elaboração.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT disponibiliza para compra a norma de 68 páginas, que objetiva estabelecer elementos a serem incluídos em referências.

Abaixo apresento um breve resumo das alterações e acréscimos desta norma.

NBR 6023 /2002
NBR 6023 /2018
Regra



7.2.1
Quanto à descrição física do meio eletrônico.
Embora a regra 7.2.1 da norma de 2002 apresentava já o acréscimo de informações relativas à descrição física do meio eletrônico, a nova norma traz a mesma regra, no entanto com exemplos para E-books, item massivamente utilizado nos dias de hoje.
7.2.2
endereço eletrônico,
apresentado entre os sinais < >
Abolido. Os sinais de “< >” entre o endereço eletrônico na norma de 2002 foi abolido. Realmente não tinha sentido continuar. Até no Word após inserir os sinais entre o endereço de um site e dar um espaço, este sinal desaparece.
Inclusão do DOI para documentos em meio eletrônico.

7.5.1.2
Nas publicações periódicas o ISSN era elemento complementar.
7.7.1
Existindo o ISSN, o mesmo passa a ser elemento essencial nas publicações periódicas.
Mais de 3 autores - O uso do et al
8.1.1.1
Quando existirem mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al.
8.1.1.2
Quando houver quatro ou mais autores, convém INDICAR TODOS. Permite-se que se indique
apenas o primeiro, seguido da expressão et al.

O uso do et al nesta norma de 2018 passa a ser opcional.

Lembrando que o uso deve ser uniforme, utilizando para uma referência deve-se adotar para todas as outras. Segundo a regra 6.7 onde as “referências, ordenadas em uma única lista, devem ser padronizadas quanto ao recurso tipográfico e à adoção dos elementos complementares” (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2018, p. 5).

Outras informações:  

As referências continuam alinhadas a margem esquerda (ou seja, NÃO JUSTIFICADO), “separadas entre si por uma linha em branco de espaço simples”. Também traz modelos de novos itens informacionais que por vez não existiam em 2002, como referência de redes sociais, Facebook e Twitter, por exemplo. E uma informação que se considera relevante, também existente na norma de 2002, no item 6.9, onde casos omissos devem ser resolvidos utilizando-se o código de catalogação vigente.




REFERÊNCIA

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR 6023: informação e documentação: Referências – Elaboração. Rio de Janeiro: ABNT, 2018. 68 p.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Prêmio Jabuti 2018

Prêmio Jabuti 2018 anuncia os ganhadores; veja a lista

Por: G1 - 08/11/2018 



A obra de poesia "à cidade", de Mailson Furtado Viana, foi escolhida como o livro do ano. Cerimônia acontece nesta quinta-feira (8) em São Paulo.

A obra de poesia "à cidade" (Autor Independente), de Mailson Furtado Viana, foi escolhida como o livro do ano no 60º Prêmio Jabuti, nesta quinta-feira (8). Entregue pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), esta é a mais tradicional premiação literária do país.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Curso de Biblioteconomia - EaD

A imagem pode conter: texto

Excelente notícia!
O curso de Biblioteconomia na modalidade de Ensino a Distância (EaD) que foi lançado em março deste ano, com apoio do CFB, está próximo!
A CAPES já informou quais universidades tiveram o processo de seleção deferido. Confira a lista das Instituições Públicas de Ensino Superior:
FURG – Universidade Federal de Rio Grande (RS)
UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina
UFAM – Universidade Federal do Amazonas
UFBA – Universidade Federal da Bahia
UFF – Universidade Federal Fluminense
UFG – Universidade Federal de Goiás
UFPA – Universidade Federal do Pará
UFPB – Universidade Federal da Paraíba
UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul
UFS – Universidade Federal de Sergipe
UNIRIO – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Com mais instituições oferecendo graduação em Biblioteconomia podemos ter um crescimento considerável do número de profissionais para atuar. O curso vai abrir oportunidades, cobrindo o deficit de bibliotecários, principalmente no interior do país.
fonte: CFB

domingo, 21 de janeiro de 2018

BOKSLUKARNA


Programa da Tv Sueca Bokslukarna (devoradores de livros) dá dicas, revisões e relatórios sobre livros e autores. Apresentado pelo bibliotecário Biderholt.



segunda-feira, 24 de julho de 2017

Manual de Normalização elaborado para auxiliar em trabalhos acadêmicos com base na ABNT

Manual de Normalização elaborado para auxiliar em trabalhos acadêmicos com base na ABNT.
DINIZ, Marcelo Neves. Manual de normalização de projetos, artigos e monografias da Escola Tocantinense do SUS Dr. Gismar Gomes: com base nas normas ABNT. Palmas, 2017, 107 p. ISBN 978-85-92861-69-8. Disponível em: https://central3.to.gov.br/arquivo/367201/ 


quinta-feira, 1 de outubro de 2015

STRATHERN, Paul. Marx in 90 minutes. Rio de Janeiro: Zahar, 2006. 35 p. ISBN: 978-85-378-0473-5



STRATHERN, Paul. Marx in 90 minutes. Rio de Janeiro: Zahar, 2006. 35 p. ISBN: 978-85-378-0473-5 (compre o livro aqui)

Nascido em Trier, na Alemanha, a 5 de maio de 1818. pai advogado, e um dos tios foi fundador da holandesa Philips.
Seus autores favoritos eram Kant e Voltaire:
Escapou do serviço militar por razões de saúde (com atestado supostamente falso)
A filosofia imensamente prolixa e complexa de Hegel veio à luz num momento histórico oportuno. Seu idealismo, sua insistência em que tudo se move rumo ao Espírito Absoluto, preencheu o vácuo espiritual deixado por uma crescente desilusão com a religião. Foi Hegel quem primeiro disse “Deus está morto”, em 1827 (referindo-se a ideia cristã, mais limitada, de Deus), e não seu incendiário sucessor Nietzsche.
Aos 20 e poucos anos, o alemão Ludwig Feuerbach abandonara a teologia para estudar sob a orientação de Hegel em Berlim. Segundo Feuerbach, o cristianismo nada tem a ver com a relação da humanidade com Deus.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

BIBLIOTECAS HOLANDESAS USAM QRCODES EM PROJETO PARA INCENTIVAR CRIANÇAS A LER

Um projeto de duas bibliotecas holandeses usa QR Codes para Promover vídeos de crianças recomendando seus livros favoritos. Duas bibliotecas da Holanda, em Assen Library e Hoogeveen Library, colaboram num projeto altamente criativo para incentivar as crianças a ler mais livros. O programa, chamado Project-Q, e foi lançado oficialmente em Assen Library no dia 8 de outubro de 2014. A idéia é incrivelmente simples. As bibliotecas pedem às crianças para descrever livros favoritos que outras crianças deve ler. As crianças gravam um video e enviam online. Estas recomendações de vídeo sao disponibilizadas para os leitores através dos códigos dentro dos livros relevantes. Quando você abre um livro, e escanear o código QR com o seu smartphone, você pode assistir outras ciranças recomendando este livro para você. Um dos vídeos é mostrado no link - http://www.youtube.com/embed/EJ4nvondy38? Fonte: http://ebookfriendly.com/dutch-libraries-qr-codes/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...